Porto e região Norte atingem recordes

“O Porto está a crescer a 15%, com os proveitos da hotelaria a crescerem 28%, o recorde absoluto de proveito [e o] recorde absoluto de turistas.” A afirmação pertence a Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia, e é eufórica. Diz o governante que esse caminho “principiou com a afirmação da cultura nesta cidade, mas começou também com intervenções públicas como as ‘low cost‘ (companhias aéreas de baixo custo) que foram tão criticadas e que, afinal, fizeram tanta diferença, trazendo novos turistas”, acrescenta o governante.

Mas a euforia não se circunscreve ao Porto. O turismo em Portugal está a ter um “crescimento asiático”, afirma Manuel Caldeira Cabral, que classificou de “recorde absoluto” os proveitos da hotelaria e o número de turistas registados no Porto e Norte. “O turismo em Portugal está a ter crescimentos asiáticos, crescimentos daqueles que já nem hoje há na Ásia, mas que marcaram os últimos anos da Ásia, crescimentos acima dos 10%. Esse é o turismo em Portugal”, declarou. Satisfeito com o crescimento acima dos 10% do sector turístico, o ministro da Economia salientou os “recordes absolutos” registados no Norte do país.

Manuel Caldeira Cabral lembrou também que os proveitos estão a “crescer mais do que o número de turistas”, um facto que demonstra que os turistas que estão a visitar o país são de “qualidade”, “procuram a qualidade” e “estão dispostos a pagar”.

Braga, à semelhança do Porto, também está a registar crescimentos substanciais. O turismo em Braga está a registar o “melhor ano de sempre”, tendo o posto de turismo na cidade recebido 215.373 pessoas, desde Setembro de 2015, um aumento de 28% ao período homólogo anterior, revelou a autarquia. Segundo dados da Câmara Municipal de Braga, as visitas à cidade “são dominadas” pelos espanhóis (70.515, o que corresponde a 33%) e pelos franceses (45.295, correspondendo a 21% dos visitantes do posto de turismo bracarense). A autarquia salientou, ainda, que a chamada época alta de 2016 está a registar “números recordes”, estando também a ser “a melhor de sempre”. Ou seja, entre Setembro de 2015 e Setembro de 2016, a cidade atingiu um número total de visitantes ao posto de turismo de 215.373, mais 28% que no mesmo período do ano anterior “Entre os turistas que têm procurado o posto de informação, além da predominância de franceses, espanhóis, italianos e holandeses, encontramos também marroquinos, japoneses, chineses, cambojanos, costa-riquenhos, egípcios, guatemaltecos, entre outros, oriundos dos mais variados países”, disse a mesma fonte, apontando o “trabalho de promoção” da cidade como factor daquele impulso.

Poderá também gostar de